Pular para o conteúdo

Entenda como funciona os juros de um cartão de crédito.

  • por

O cartão de crédito é uma solução rápida e prática para quem está se dinheiro e quer comprar, ou até mesmo se você possui dinheiro mas quer pagar em um outro momento. Ele se popularizou e ocupou um espaço fixo no mercado financeiro.

Anúncio

 

Mas você entende como funciona os juros de um cartão de crédito? Entenda melhor qual a taxa de juros que podem ser adiiconadas na sua compra e coloque na balança para ver se vale a pena pagar um pouco a mais na sua aquisição.

Anúncio

Selecione a opção abaixo: 

Escolha uma das opções acima e você será redirecionado(a) para um conteúdo do nosso blog, onde explicamos como fuionará o novo esquema de cobrança de juro do cartã de crédito.

Mas como funcionam os juros?

As instituições financeiras que fornecem cartões de crédito lucram de várias maneiras, não ó quando você compra algo. Muitas delas lucram até mesmo quando você solicita o seu cartão de crédito, fazendo com que o mantimento do seu cartão gere taxas, que são elas que mantém essas instituições ativas e lucrando.

 

Entenda melhor como os juros do crtão de crédito funciona e faça uma análise financeira, colocando na sua balança pessoal se vale á pena ou não para você manter um cartão de crédito para uso contidiano. Veja as considerações abaixo e não deixe de fazer uma análise aprofundada!

Finanças

Pague menos nas parcelas do seu financiamento!

Descubra como quitar seu financiamento em menos tempo sem encarar os juros que ele pode acarretar á longo prazo!

Você permanecerá no mesmo site

1. Existe um ciclo de faturamento mensal

Os juros são acumulados em se cartão dentro de um ciclo de faturamento. Desde o fechamento de uma fatura e pagamento, até a abertura de outra, as compras que você faz neste meio temo geram taxas adicionais. Se você não pagar até a data de vencimento os juros começam a subir, pois são contados como atraso.

2. Anuidade

A maior parte dos cartões de crédito que possuem bandeira contam com anuidade, ou seja, seus usuários pagam uma taxa extra mensal durante os 12 meses do ano mesmo sem consumir nada no cartão. Com isso, as instituições financeiras garantem que você mantenha seu cartão e de alguma forma te incentivam a usá-lo.

3. Pagamento mínimo

Os cartões fornece uma opção de pagamento mínimo aos usuários, mas pode se ruma opção boa apenas emergencialmente, pois é um dos meios de aumentar exponecialmente sua dívida com a finaceira. Só utilize o pagamento mínimo com oúltima opção por que ele pode duplicar o valor da sua dívida cim a instituição financeira.

4. Juros corridos e rotativos

Se você por algum motivo não conseguir quitar sua dívida na data prevista, o cartão de crédito acaba te cobrando juros, que alguns casos podem ser extretamente abusivos e ultrapassar seu orçamento dedicado ao pagamento do cartão. Esteja atento ás datas de vencimento dos seus produtos financeiros e garanta que você não pagará juros abusivos.

5.Juros diários

Os juros de um cartão de crédito são calculados dia após dia,de maneira diária,em percentual sob o valor total. Então se houver um atraso expressivo no seu pagameto, o valor pode aumentar potencialmete,fazendo com que você pague um valor que pode ultrapassar o valor da dívida oiginal.

Sempre se certifique de que as cobranças extras em seu cartão estão correntas.

Esteja atento á cobranças abusivas!

Nem todos os juros adiicionais de um produto financeiro podem ser considerados normais. É importate você estar atendo á possíveis cobranças abusivas, e notificar os órgãos fiscalizadres caso se sinta lesado de alguma fomrma por qualque rinstituição fincanceira que esteja cobrando o dobro ou o tripo por um produto consumido.

 

Os juros de cartão de créditosofreram mudanças recentemente, e você pode recorrer cao perceba que está sendo cobrado em juros acima do dobro do valor original da dívida. As cobranças abusivas podem acabar afetando empresas financeiras que costumam manter práticas abusivas e cobrar taxas altas de seus clientes mensalmente.

Perguntas Frequentes:

Cobranças abusivas em cartões de crédito podem incluir taxas excessivas, juros abusivos, cobranças indevidas, cobranças de serviços não contratados, entre outros abusos por parte das instituições financeiras.

Sim, diversos países possuem legislações e regulamentações específicas para proteger os consumidores contra cobranças abusivas em cartões de crédito. No Brasil, por exemplo, o Código de Defesa do Consumidor e regulamentações do Banco Central estabelecem diretrizes e limites para as cobranças realizadas pelas instituições financeiras.

O consumidor pode iniciar entrando em contato com a instituição financeira para contestar as cobranças indevidas e buscar uma solução. Além disso, pode registrar reclamação nos órgãos de defesa do consumidor ou buscar orientação jurídica para resolver o problema.

As taxas e juros cobrados em cartões de crédito podem variar de acordo com a legislação de cada país. No Brasil, o Banco Central estabelece limites para taxas de juros, tarifas e encargos financeiros que podem ser aplicados pelas instituições financeiras aos consumidores.

Os órgãos reguladores, como o Banco Central, têm a responsabilidade de fiscalizar e regular o setor financeiro para garantir que as instituições respeitem as normas estabelecidas. Eles podem impor penalidades às empresas que praticam cobranças abusivas e criar regras para proteger os direitos dos consumidores.

Artigos do Site

0