Pular para o conteúdo

Entenda como funcionará os novos juros do cartão de crédito!

  • por

Nesta quarta-feira, dia 03 de janeiro os cidadãos brasileiros receberam a notíci de que os juros do cartao de crédito não poderão ultrapassar o dobro do valor do débito. Mas você sabe por quê esta medida foi imposta?

Anúncio

Muitos brasileiros estavam sofrendo com juros abusivos ao atrasar um fatura por motivo de força maior ou até mesmo ao parcelar uma fatura ativa, o que veio tomando uma proporção gigantesca e incomodando muitos usuários.

Anúncio

Selecione a opção abaixo: 

Escolha uma das opções acima e você será redirecionado(a) para um conteúdo do nosso blog, onde explicamos como funciona os juros de um cartão de crédito.

Por que esta medida foi adotada?

Brasileiros proprietários de determinados cartões de crédito notaram uma cobrança de juros absurdas ao atrasar ou parcelar uma fatura, ou até mesmo ao solicitar empréstimos. Os valores ultrapassavam o dobro do valor original, e isso veio alertando órgãos de fiscalização e gerando dúvidas: será que essas cobranças estão certas?

Muitas pessoas acabavam parcelando suas faturas ou até mesmo colicitando estes empréstimos por um motivo de força maior, mas sofrendo com o pagamento depois, que acabava sendo o dobro ou o tripolo do valor original contratado. Entend o por quê essas medidas foram adotadas.

Finanças

Pague menos nas parcelas do seu financiamento

Descubra como quitar seu financiamento em menos tempo sem encarar os juros que ele pode acarretar á longo prazo!

Você permanecerá no mesmo site

1. Facilidade no pagamento para usuários

Os juros se tornaram rotativos com o intuito de facilitar o pagamento para os usuários, em casos extremos. Muitas pessoas apresentam certa dificuldade na hora do pagamento do cartão de crédito, mas isso não será mais um problema. Os juros serão mais baixos e já existe a possibilidade de um pagamento mínimo, mas agora sem abuso de cobrança de juros.

2. Evitar abusos por parte das instituições financeiras

Muitos usuários alegam estar pagando juros abusivos para instituições financeiras, o que alertou os órgãos fiscalizadores de que esta é uma prática ilegal. A concessão e pagamento de crédito deve ser justa para ambas as partes, e isso vai garantir de que os usuários paguem o valor justo pelos limites usados.

3. Facilitar o acesso ao crédito

Evitar que os juros sejam abusivos permite que os usuários tenham maior controle financeiro, permitindo que eles tenham seu poder de compra aumentado e consequentemente venham a consumir mais. A educação financeira é algo raro no Brasil, e muitas pessoas só conseguem se organizar financeiramente na prática, após muitos erros e acertos.

4. Evitar que o cliente seja lesado

As instituições financeiras que forneciam crédito com certa facilidade acabram pesando a mão na hora de cobrar juros de muitos usuários. Determinar um limite para os juros evita que os usuários beneficiados pelo crédito acabem sendo lesadospor instituições que se aproveitam de seus clientes de maneira ilícita.

Esteja atento a qualquer cobrança abusiva em suas faturas.

Esteja atento ao seu financeiro!

Se você notar que a sua instituição financeira está cobrando juros além do permitido, não fique retraído e acone os órgãos responsáveis pelo direito do consumidor. O intuito desta ordem é permitir equilíbrio e ganho financeiro tanto para as instituições que forncem crédito, quanto para o cliente que precisa de crédito recorrente.

Confira suas faturas, emréstimos e demais produtos financeiros e tenha certeza de que está tudo dentro da lei. A mudança foi exigida por vários setores dentro do comércio, produtores de maquinas de cartões e demais eproprietários de comércios grandes e pequenos, que desejam aumentar o pode rde compra, resultando em mais vendas.

Perguntas Frequentes:

Os juros rotativos em cartões de crédito são encargos financeiros cobrados quando o titular não paga o valor total da fatura até a data de vencimento. O saldo não pago é transferido para o próximo mês, sujeito a juros que são aplicados ao saldo remanescente.

As taxas de juros rotativos em cartões de crédito são geralmente muito altas, frequentemente excedendo 300% ao ano no Brasil. Essas taxas podem variar de acordo com a instituição financeira e as condições contratuais do cartão.

Para evitar o pagamento de juros rotativos, é essencial pagar o valor total da fatura do cartão de crédito até a data de vencimento. Caso não seja possível quitar a fatura integralmente, é recomendável pagar o máximo possível para reduzir o saldo devedor e os juros aplicados.

Não pagar os juros rotativos do cartão de crédito pode resultar em um acúmulo rápido de dívidas devido às altas taxas de juros. Isso pode levar a dificuldades financeiras, restrições de crédito, inclusão do nome em órgãos de proteção ao crédito e impacto negativo na pontuação de crédito.

Sim, existem alternativas para evitar os juros rotativos, como buscar um empréstimo pessoal com taxas de juros mais baixas para pagar o saldo do cartão de crédito, ou ainda, buscar opções de parcelamento oferecidas pelo próprio emissor do cartão, que muitas vezes têm taxas de juros mais baixas do que os juros rotativos. Outra opção é fazer um esforço para pagar o valor total da fatura todo mês para evitar esses encargos adicionais.

Artigos do Site

0